Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

A Praia Mansa está localizada a aproximadamente 33 Km do centro da cidade de Ubatuba no litoral norte do estado de São Paulo e é considerada uma das praias mais tranquilas e desertas da região.

A Praia Mansa já tem em seu nome sua principal característica: ela tem águas mansas, muito calmas. As águas também são claras. Pode ir de barco ou por trilha de até 15 minutos, a partir da Praia da Ponta Aguda. Leve repelente, pois tem muito borrachudo.

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

Apesar ser um local bem conhecido ela é de difícil acesso para os frequentadores da região sendo necessário uma caminhada relativamente longa por trilha para poder chegar ao local.

Mesmo sendo uma praia bem conhecida por turistas e por moradores da região a praia mansa não é um local tão movimentado como as outras praias da região norte de São Paulo sendo considerada uma praia deserta.

Tendo uma extensão de cerca de 100 metros essa praia fica numa região de mata fechada e fica localizada entre a Praia da Ponta Aguda e a Praia da Lagoa. O acesso ao local poder ser feito por meio de uma caminhada de 30 minutos em uma trilha relativamente tranquila que sai da Praia de Ponta Aguda e também pode ser feito por meio de pequenas embarcações.

Local pouco movimentado quase deserto

Por ser um local de mata virgem e que foi pouco explorado pelas pessoas a região da Praia Mansa não apresenta nenhum tipo de infraestrutura na parte de hotéis, pousadas e restaurantes para as pessoas que visitam o local.

A região da Praia Mansa apresenta um mar calmo, cheio de conchas e com uma vista privilegiada para a região de Ilhabela e tem mar relativamente calmo. Como é um local de pouca interferência humana a região não apresenta energia elétrica, ou seja, é necessário que os visitantes levem equipamentos necessários para poder aproveitar a praia.

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba
Praia Mansa

Por mais que não tenha uma infraestrutura desenvolvida na parte de alimentação, hospedagem e estrutura básica a região da praia é ótima para poder relaxar ao ar livre poder desfrutar de tranquilidade e também poder realizar várias atividades de ecoturismo.

Como é uma região de vegetação bem intensa é recomendável o uso de repelentes para a proteção. Apesar de não ter uma área de camping propriamente dita muitos turistas passam o dia na Praia Mansa e vão descansar na praia de Ponta Aguda que apresenta uma infraestrutura básica para poder receber os visitantes do local.

As Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

As primeiras praias de Ubatuba para quem vem de Caraguatatuba são: As Praias das Galhetas, Figueira, Ponta Aguda, Mansa e Lagoa. Deixando de lado a pequena Praia das Galhetas que não tem outro acesso fora a própria estradinha das Galhetas, as demais são interligadas por trilhas formando uma caminhada para um dia ou ainda podendo ser acoplada a trilha do Saco das Bananas, alongando a mesma.

Descendo do ônibus na estrada junto à divisa das cidades de Caraguá/região, marcada por um portal sobre a Rio-Santos, tomando a estrada à direita, ao lado de um supermercado. Se tivesse vindo de carro provavelmente teria deixado o carro por ali mesmo.

Cerca de 50 metros de subida bem suave depois, a estrada vire para a direita. Siga por ela então por cerca de 1,5 a 2 km planos, passando por casas de veraneio e até por um camping, até chegar a uma bifurcação, onde o ramo esquerdo, de terra, sobe fortemente.

Deixando então o asfalto e encarando uma subida íngreme, a estrada é cercada pela mata nativa e nessa hora matinal, imersa na sombra, ainda bem porque o céu está azul e o sol forte. Passado o alto, a estrada passa a descer. Não demora muito e esbarro em larga trilha saindo em ângulo à direita. Esse é o acesso à Praia da Figueira.

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba
Praia da Figueira

Seguindo então a trilha que desce rapidamente e é muito escorregadia. Quando avisto uma casa à direta e outra à esquerda, mais ao longe, o caminho nivela e sigo em frente, pulando um riachinho. A trilha se junta a uma estradinha mais larga que vem da esquerda, mas continuo em frente e em instantes desemboco na Praia da Figueira, junto a um quiosque que, certamente na temporada deve vender bebidas aos frequentadores, mas que nesse dia de inverno está fechado.

Aproveitando para ir pela areia até o canto direito e avançando um pouco pelo costão até o ponto em que ele se torna intransponível. Sento então numa rocha parando para descansar um pouco e contemplar a paisagem.

Continuando a caminhada pelo outro canto da praia.

Seguindo para o canto esquerdo da praia, depois de saltar o riacho e andar um pouco sobre as lajes rochosas encontro a trilha para a próxima praia. A entrada está um pouco mal marcada, mas uma vez que começo a subir a trilha fica melhor.

Passando por um ou dois trechos meio tomados pelas plantas samambaias e a trilha volta a ser limpa. Atingindo um alto de onde tem uma bela vista da enseada de Tabatinga, Ilha do Tamanduá e mais ao longe de Ilhabela e além. Encontrando então uma bifurcação, um ramo sobe direto e deve chegar à estradinha. Seguindo em frente e logo volto a descer, desembocando na praia da Ponta Aguda.

A saída da trilha fica bem entre as lajes rochosas que guarnecem o lado direito da praia, de modo que quem vem da praia é um pouco difícil encontrar a boca da trilha. Atravessando então a Praia da Ponta Aguda que não é exatamente deserta, contando com alguns quiosques e um camping improvisado onde despontam algumas barracas.

Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba
Praia da Ponta Aguda

Assim se a praia não é exatamente deserta ao menos é rústica.

Passo pela estradinha de acesso e logo depois por um riacho, largo demais para um salto e com pelo menos com 30cm de fundura, de modo que ao passar com um pé dentro d’água quase entrando água pela bota. Seguindo até o lado esquerdo da praia tenho um pouco de dificuldade de encontrar a boca da trilha que de novo sobe a partir de uma laje rochosa sem nenhuma marca mais evidente.

A trilha sobe por dentro da mata e logo nivela, passando a bordejar a encosta, quase sempre formando um penhasco à direita. É preciso cuidado, um tombo levaria a uma boa queda. Em 10 minutos a trilha volta a descer e desemboca na Praia Mansa.

A praia Mansa é pequena e a primeira verdadeiramente deserta, sem nenhuma construção e sem ninguém naquele momento. Sigo então para o canto esquerdo dela, onde sento numa rocha à sombra para o lanche, já era meio-dia!

Procurando pela trilha e logo a encontrei, larga e marcada. Segui por ela então e a prometida subida logo foi seguida por um trecho em nível, se afastando do litoral por dentre a mata nativa. Acabei chegando a uma bifurcação em T.

Conhecendo as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba

A lógica me dizia que deveria seguir pela esquerda, mas a curiosidade me mandou seguir pela direita para ver onde daria. Logo percebi que o mar estava a minha esquerda, pois podia ouvi-lo e quase vê-lo por detrás da cortina de mata.

Praia das Galhetas

Claramente iria voltar à costa provavelmente em algum mirante. A trilha bateu então em um pequeno lago em meio à mata. Contornando-o pela esquerda, reencontrando a trilha do outro lado. Passando por uma laje à direita de onde pude ver o mar, mas segui pela trilha e após curta descida com direito a um ou dois pontos escorregadios, desemboquei em um costão de largas lajes rochosas.

Em um ponto mais alto um cruzeiro cimentado à rocha se destacava. Caminhando pelas lajes e apreciando o panorama. Talvez o local sirva para pesca ou apenas de mirante, mas certamente a vista é bonita. De qualquer forma meu destino era a praia da Lagoa. Voltei então a bifurcação e tomei o outro ramo.

A trilha dá algumas voltas pela mata e por alguns momentos parecendo estar se afastando da costa, mas acaba voltando lentamente a bordejar rente à costa, Começo a ouvir o mar novamente e logo avisto as areias da praia da Lagoa. A descida final é bastante íngreme.

Chegando a Praia da Lagoa

Enfim chegando à Praia da Lagoa, cujo nome é devido à lagoa junto ao canto esquerdo da mesma, mas daqui do canto direito, não dá para vê-la. Seguindo então pelas fofas areias rumo ao canto oposto onde já avistando dois barcos ancorados e alguns turistas na areia. Chegando a lagoa me abrigo numa sombra e me sento para um descanso.

Chegando ao extremo do passeio, resta agora voltar. Retornando pela areia até próximo ao canto direito, onde encontro uma trilha que adentra pelo capinzal rumo ao interior. Seguindo e logo entrando na mata, passando por alguns trechos enlameados. Não demora chegando a uma estradinha de terra.

Tomando a estrada para a direita, em pouco contornaríamos uma porteira e poucos metros além, encontramos uma saída à esquerda, inicialmente pouco marcada, mas que logo cruzando um riacho e virando para a direita.

É a trilha do Saco das Bananas, por onde cerca de uma hora depois chegaríamos à praia Brava do Frade, e na sequência passaríamos pelas Praias do Saco, das Bananas, Raposa, Cassandoquinha, terminando na Praia da Cassandoca.

Depois de ler esse artigo veja também:

Chegando a estrada, virando para a esquerda. A estrada após curta subida desce e chega a uma bifurcação junto a pousada Taoland. A esquerda dá acesso para carros a Praia da Ponta Aguda.

Seguindo pela direita e voltando a subir. Chegando então a um ponto onde a vista se abre a esquerda e tendo nova visão do mar à leste e sul. seguindo em frente a estrada voltando a subir. Passando então pela trilha de acesso à praia da Figueira e o resto do caminho não têm novidade, sendo o mesmo da vinda.

Enfim chegando a rodovia Rio-Santos, parando para comprar uma água gelada no mercado antes de seguir para o ponto de ônibus logo em frente, onde nem chego a esquentar o banco porque logo passa um ônibus rumo a Ubatuba.

Assim foi o fim de um dia de sol e praias quase desertas!

Gostou deixe seu comentario!!!
Praia Mansa e as Trilhas das Praias Desertas de Ubatuba
5 (100%) 56 votes

Pesquise por ofertas de Hotéis e Pousadas aqui!

Booking.com
Etiquetas

Destinos Top

Pensando em viajar? já sabe por onde vai passear, comer e se hospedar? Não se preocupe, o “Destinos Top Para Visitar” é um espaço para dicas de viagens e destinos.

Artigos Relacionados...

Fechar