Home / Passeios & Restaurantes / 5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

Para quem não sabe existe algumas Cidades Brasileiras que foram abandonados com o passar dos anos, a grande maioria dos recursos naturais estavam se esgotando então a população resolveu ir embora.

Quais Cidades Brasileiras que foram abandonadas?

Biribiri – Minas Gerais

A nossa primeira cidade brasileira se chama Biribiri e fica localizado em Minas Gerais, cerca de dez quilômetros de Diamantina. Biribiri foi construída em 1876 por Dom João Antônio dos Santos, com o intuito de abrigar funcionários de uma fábrica de tecidos no auge da produção a fábrica chegou a ter mais de mil habitantes na pequena cidade, até a luz era produzida lá as casas abrigavam os empregados da fábrica e as moças de fora moravam em um pensionato, numa casa grande da cidade.

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

No entanto o fechamento da fábrica, em 1973 a cidade começou a ficar vazia, alguns dos trabalhadores migraram para outros centros e a vila passou a ser preservada pelos herdeiros e depois tombada como patrimônio histórico, hoje sendo a atração turística da região.

Atualmente poucas pessoas ainda moram na cidade, o dono do único restaurante de Biribiri conta que em 2013 os imóveis da vila foram colocados à venda, ocasião em que metade deles foram vendida e os compradores já fazem algumas mudanças, a maior casa da cidade onde abrigava um pensionato vai dar lugar um grande hotel com mais de 50 quartos.

Uma loja de artesanato será montada no local onde funcionava uma barbearia além da igreja e do clube que devem passar por reforma, existe também uma pousada que já está funcionando.

O desafio agora na pacata cidade mineira é fazer todas essas obras preservando o projeto arquitetônico, que é a razão do tombamento, outra polêmica gira em torno das vendas por lei não é possível desmembrar as construções em unidades autônomas, no cartório já é possível a pessoa fazer a compra de toda a vila, o que deve render alguns episódios dessa novela.

Cococi – Ceará

Nossa segunda cidade brasileira está localizada no Ceará, Cococi que agora é considera distrito de Parambu no sertão cearense. Cococi nasceu dentro de uma enorme fazenda familiar obtida pelo sistema de Seis Maria, a distribuição desse sistema era tornar a terra produtiva com povoamento e o desenvolvimento do local.

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

O dono deveria ter recursos suficientes para atrair colonos e promover esse povoamento, o proprietário utilizava terra para criação de gado e ao mesmo tempo providenciar a abertura de caminhos entre a nova fazenda e outros povoados.

Aos colonos que chegavam era oferecido um lote de terreno e alguns insumos para que os mesmos se estabelecessem, foi assim que surgiu a vila de Cocosi fundada no início do século 18 por Francisco Alves Feitosa, transformando-se num marco principal da família Feitosa mais poderosa autarquia da história da colonização cearense.

Cococi cresceu rapidamente em 1950, o recenseamento geral promovido pelo IBGE, foi classificada como um município com mais de quatro mil habitantes, no entanto  16 anos depois a cidade voltou a ser distrito subordinada a Parambu, os motivo não ficaram bem claro mas a versão que ganhou força com o passar dos anos, deram conta que o prefeito teria cometido irregularidades, com desvio de verbas destinadas ao município que teria desagradado os militares do governo federal que teriam determinado sua extinção, o lugar começou a declinar por causa da estiagem, forçando as pessoas a saírem em busca de melhores condições de vida para seus filhos.

Os moradores contam que o terceiro e último prefeito da cidade deu um calote na população e fez uso irregular da verba pública, provocando revolta fazendo com que o restante da população abandonasse o local.

Atualmente casas e pessoas são bem raras, a vegetação destruiu a câmara municipal e a prefeitura, o telhado da maioria das casas já desabaram, o moinho de vento não puxa mais água para apenas os sete moradores do local, somente duas casas e a igreja estão conservados.

Uma vez por ano o distrito recebe cerca de 300 pessoas para um novenário realizado na igreja católica, o restante do ano não resta muito alternativa senão aos poucos moradores se interagirem entre si.

Desemboque – Minas Gerias

Nossa viagem continua em Desemboque, Minas Gerais ela surgiu como caminho de entrada para os bandeirantes, que buscavam ouro em Goiás durante o século 18, tornando o maior centro comercial e de mineração do triângulo mineiro nos seus dias de glória. Desemboque chegou a receber 1.500 habitantes, rapidamente suas ruas encheram de casas o comércio se firmou e muitas terras ganharam donos esperançosos.

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

No entanto a partir de 1871 o ouro começou a se tornar mais raro e a cidade perdeu um pouco do seu atrativo, obrigando a população a procurar novas riquezas lançando suas sementes em outras terras e assim Desemboque foi perdendo seus moradores, os garimpos exaustos não alimentavam mais ambição dos aventureiros.

Hoje a vila pertence ao município de Sacramento e conservam apenas 20 casas, fora isso ela recebe alguns visitantes curiosos para saber um pouco mais da história do local, das construções as duas igrejas estão bem preservadas e há um cemitério também.

Ararapira – Paraná

A nossa penúltima cidade brasileira está aqui Ararapira no Paraná. Ararapira foi fundada pelos portugueses no século 18, na divisa entre São Paulo e Paraná ela tem um porto como entreposto comercial marítimo e chegou a ter 500 moradores.

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

Duas visões tentam justificar a debandada geral que aconteceu na cidade, uma conta que a erosão causada após a abertura de um canal artificial na área, começou a engolir o povoado nos anos 50, fazendo com que o nível do mar subisse e alagasse parte da vila. Outra versão conta que tudo se iniciou com uma briga entre Paraná e São Paulo, até a década de 20 Ararapira era paulista mas virou território paranaense por decreto.

Cavaneia, em São Paulo mantinha serviços básicos no local, como os correios levando para outra margem do rio onde já era São Paulo, o governo paulista deu subsídios para quem quisesse continuar paulista e muitos saíram dali para fundar outra vila, o Paraná, no entanto ficou meio abandonado.

Nos tempos recentes era um papo de que a cidade seria fantasma, a vila está completamente abandonada, a igreja, porém não tem padre existe católico, mas não tem funcionário e tem até um clube o movimento aumenta em novembro às vésperas de finados, onde o cemitério costuma ser limpo, os moradores contrataram um caseiro que faz a limpeza e cuida do local para que o visitante encontre tudo mais ou menos organizado.

No início dos anos 80 os moradores enfrentaram a invasão de uma empresa que queriam derrubar as árvores e fazer pastos, no entanto eles desistiram e após o conflito foi criado Parque Nacional do Superagüi, hoje o local é santuário ecológico.

Airão Velho – Amazonas

A última é assustadora cidade brasileira abandonada chama-se Airão Velho. Airão Velho foi fundada por missionários portugueses às margens do Rio Negro no Amazonas.

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas

No século 18 era local estratégico, as fronteiras entre a américa portuguesa e as colônias espanholas ainda não tinham sido fixadas, Airão Velho se tornou uma das vilas mais importantes da região quando os aliados encontravam sua maior fonte de borracha para a fabricação de pneus e materiais cirúrgicos do látex da Amazônia.

Durante o ciclo da borracha a cidade chegou a ter uma dezena de casas aviadoras e estabelecimentos comerciais que se constituíram para abastecer os seringais, assim como a maioria das cidades abandonadas, Airão Velho começou a ser esquecida quando os recursos naturais começaram a se esgotar.

A cidade foi abandonada na década de 50 e a população se mudou para perto de Manaus e fundou a cidade Airão Novo, a partir de 1985 a marinha brasileira começou a usar a cidade abandonada como alvo para treino de tiro em seus navios até o ano de 2005, quando a cidade foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional.

Mas apenas em 2010, técnicos do Iphan começaram a levantar dados do local, em 2005 cerca de sete famílias retornaram ao local, fazendo suas casas em volta das ruínas e auxiliando na condução dos turistas que visitavam o antigo vilarejo, no entanto atualmente apenas uma pessoa mora no local, o japonês que chegou ao Brasil há mais de 50 anos, ele conta que chegou  em Airão Velho em 2001, quando a cidade já estava abandonada há quase 70 anos, quando os amigos o ajudaram a avançar o mato que já havia tomado a cidade e ajuda-lo a fincar moradia.

Hoje ele recebe turistas, mas recusa-se a cobrar a entrada em troca recebe comida e doação dos visitantes.

Leia também esses artigos:

5 Cidades Brasileiras Que Foram Abandonadas
5 (100%) 2 votes

Comente este post!!!

Sobre Destinos Top

Pensando em viajar? já sabe por onde vai passear, comer e se hospedar? Não se preocupe, o “Destinos Top Para Visitar” é um espaço para dicas de viagens e destinos.

Translate »